Natal é a cidade do sol e dos passeios de Buggy. Passear sobre as dunas requer muito mais conhecimento do que um motorista habilitado possa imaginar. O carro é por si só um tanque com rodas largas, apoios de segurança para os passageiros e outras engenhocas que esta jornalista não consegue reproduzir por falta de conhecimento em mecânica.

Fato é que a oferta de passeios e empresas chega a deixar o turista confuso. E as histórias e alertas que recebi antes de viajar com minha família me deixaram mais atenta.
Os guias/bugueiros são quase uma máfia. Tem gente boa e gente doida. Motoristas irresponsáveis e pessoas muito qualificadas. Para a minha sorte o meu marido tinha gravado uma matéria com o Jaeci Neto, que tem o melhor carro da turma de Natal. E além do equipamento de qualidade, a própria figura dele já vale comentário. Simpático, atencioso, cuidadoso, prestativo e com bom preço.

Andamos o dia todo e em nenhum momento me senti insegura tendo meu filho de dois anos nos braços. Paramos em locais onde a natureza dá um tapa na cara por ser tão bonita. Meu filho andou no jegue de nome Ronaldo e com flores rosas na cabeça… vai entender…
Chegamos a piscinas naturais com peixes, passamos por dunas íngremes, vimos dromedários e até uma iguana verde, verde, verde.

Paramos para comer espetinho de lagosta e tomar caipirinha de cajá com vodka (parte boa de não estar dirigindo). Fizemos ski-bunda, e o ski-bunda na água.
Almoçamos em um restaurante delicioso e terminamos o dia voltando para o hotel pela praia tendo um pôr do sol de cinema nas costas.

A alegria de todos foi traduzida no sorriso do meu pequeno que à esta altura já estava de pé, apoiado na barra de proteção aproveitando o vento no rosto e nos cabelos.
A nossa experiência foi tão boa que repasso a vocês. Quem for para natal, pode contar com o Jaeci Neto.

jaecineto@hotmail.com
(84) 9975-0194
Até a próxima
Marina